Como escolher o Plano Odontológico ideal para a sua empresa.

Ainda não oferece plano odontológico para seus colaboradores? Precisamos começar a pensar em oferecer mais este benefício!

O plano odontológico é o benefício com maior índice de adesão a cada ano no Brasil. (mais de 24,9 milhões de usuários, segundo a ANS) e que conquista não apenas os colaboradores como também seus familiares.

Dizem que uma das piores dores é a dor de dente… noites em claro, sem vontade para se alimentar direito, sem concentração no trabalho, etc... Então para que esperar isso acontecer com seu funcionário? E tenha certeza que cedo ou tarde isso vai acontecer! E aí, a sua empresa pode perder produtividade e consequentemente competitividade.

O melhor mesmo é pensar na prevenção: sairá muito mais barato para a empresa e, para seus colaboradores será muito melhor.

 

Mas quais são as principais vantagens de se contratar um Plano Dental para a sua empresa?

Existem inúmeras vantagens e benefícios tanto para a empresa quanto para os funcionários e seus dependentes. Alguns deles são:

  1. Diminui o número de ausências/faltas, atrasos e afastamentos;
  2. Aumenta a atração e retenção de talentos em um mercado cada vez mais competitivo;
  3. Aumenta a satisfação e o engajamento de seus colaboradores
  4. Aumenta a qualidade de vida e o bem-estar dos colaboradores;
  5. É mais barato que muitos outros benefícios. Se for comprado com o mesmo provedor do plano de saúde (planos conjugados) então a diferença pode ser ainda maior;
  6. Seu custo não varia de acordo com a idade dos colaboradores e seus dependentes; diferentemente dos planos de saúde.

E quanto custa um Plano Odontológico empresarial?

Pare um minutinho, feche os olhos e pense na última consulta a seu dentista: restauração de cáries, tratamento de canal, aplicação de flúor, limpeza, tratamento de gengivas, emergência e prevenção. Agora, abra os olhos. Não seria um sonho ter todas essas despesas cobertas por um plano odontológico?

 Pois é! O plano dental não é caro se comparado com os benefícios e a economia que proporciona! Existe a percepção que os planos dentais são mais caros do que realmente são. Isso porque associamos mentalmente os custos com o da assistência médica e esse é um grande equívoco.

Para se ter uma ideia de valores, existem planos que custam menos de R$ 27,50 por mês por pessoa e que cobrem a maioria dos procedimentos essenciais (a ANS, Agência Nacional de Saúde, obriga as operadoras e seguradoras de planos dentais a fornecer coberturas mínimas para todos os planos – clique aqui e conheça o rol de procedimentos básicos cobertos por todos os planos dentais de acordo com a ANS).

 Planos com coberturas mais amplas, considerados Top ou Premium (que incluem colocação e manutenção de próteses, políticas de reembolso mais abrangentes, clareamentos, etc.) podem custar um pouco mais caros, na faixa de R$ 130,00 a R$ 200,00 por pessoa por mês.

 

Como escolher o Plano Odontológico ideal para a sua empresa?

Antes de começar é preciso conhecer um pouco o perfil dos colaboradores da empresa:idade, se tem filhos ou não e as respectivas faixa etárias. Pois é… estas informações farão toda a diferença no momento de escolher o melhor plano e vou te explicar o porquê. A resposta é simples: para cada etapa de vida há um plano mais indicado. Vou te dar alguns exemplos de acordo com a nossa experiência. Mas não nos critique, os perfis são apenas estereótipos ok?

  • Recém-formado: Jovem que está no seu primeiro ou segundo emprego e que precisa de um dentista para a prevenção e manutenção anual: cáries, limpezas, etc. MAS pode também querer colocar aparelho fixo ou móvel para arrumar os dentes, afinal agora tem um pouco mais de grana. (Claro que se isso não foi feito na infância ou adolescência!)
  • Solteiro(a): Acho que aqui pode ser a cobertura básica mesmo afinal as coisas estão mais equilibradas e a ida ao dentista é praticamente anual.
  • Profissionais com filhos pequenos: É nesta etapa da vida que o dinheiro $ vai que nem água! Afinal além da manutenção e prevenção anual dos dentes do colaborador, ele ainda tem que acrescentar: mais de 2 vezes ao ano a ida ao dentista pelos filhos apenas para acompanhamento e aplicação de flúor. Imagina daqui uns 10 anos?
  • Profissionais com filhos adolescentes: Aqui começa a preocupação e os investimentos com dentista são ainda maiores a final, o filho do seu colaborador vai precisar colocar aparelho ortodôntico e frequentar muito mais vezes o dentista. Um plano que cubra a ortodontia é essencial!
  • Profissionais com filhos adultos: Você acha que agora já pode respirar pois não gastará muito com plano odontológico? Triste ilusão… é hora de pensar em tratamentos como canal, próteses etc.

Agora que mostrei diferentes cenários, o que você deve considerar ANTES de contratar um Plano Odontológico?

  1. Perfil dos Colaboradores: Analise os colaboradores e dependentes da empresa e, veja o percentual de cada um nas características acima para definir o melhor plano.
  2. Rede credenciada: Um dos pontos mais importantes para a escolha do melhor plano odontológico para a empresa é analisar a rede credenciada que deve ser a mais ampla na região da empresa e, de preferência próxima do local de residência dos funcionários.
  3. Coberturas: No momento da definição sobre qual plano odontológico contratar, é importante entender as coberturas que cada plano oferece pois fará diferença no valor da mensalidade.
  4. Carências: Os prazos de carência variam de 24 horas a 180 dias dependendo do procedimento. Procedimentos de urgência e emergência que é sanar a dor (24 horas); consultas, diagnósticos, odontologia preventiva, profilaxia e radiologia (30 dias); procedimentos de dentística, ortodontia, cirurgias e tratamentos para disfunção temporo mandibular (60 dias); periodontia e endodontia (90 dias); próteses (180 dias).
  5. Reembolsos: Alguns planos oferecem a possibilidade do colaborador ser atendido na rede credenciada, centros de excelência ou em qualquer dentista com possibilidade de reembolso. Se o plano oferece a possibilidade de reembolso, fique atento aos prazos, facilidades e valores máximos de reembolso.

Quais as principais coberturas do Rol Básico da ANS?

O Rol Básico da ANS garante a cobertura mínima obrigatória para os todos os planos odontológicos (Rol de Procedimentos). Basicamente essa categoria cobre:

•  Urgências/Emergências; 


•  Consultas; 


•  Limpeza; 


•  Prevenção e aplicação de flúor (profilaxia); 


•  Raio X (panorâmicos e periapicais); 


•  Periodontia (tratamento de gengiva); 


•  Odontopediatria (tratamento para crianças); 


•  Restaurações; 


•  Cirurgias simples e extrações (incluindo o dente do 
siso/incluso); 


•  Endodontia (tratamento de canal); 


•  Prótese Unitária (coroa provisória). 


 Além do ROL Básico da ANS as operadoras também oferecem coberturas adicionais: 


•  Ortodontia; 


•  Documentação ortodôntica;


•  Próteses; 


•  Implantes; 


•  Clareamento. 


Você e sua empresa merecem uma melhor experiência com seguros saúde.

Você está pronto para começar?

Agende uma conversa
© 2022 BENEFY. Todos os direitos reservados.
susepABS
logovide bula